Manuel Rabelais dado como foragido em Benguela

0
1524

Manuel Rabelais é considerado, pela Polícia Nacional de Benguela, de estar em sítio incerto desde ontem, dia 3 de Setembro.

O deputado pela bancada parlamentar do MPLA foi procurado pela comissão da COVID-19 para ser submetido ao exame de zaragatoa. Entretanto, para o espanto de tudo e todos, Rabelais não foi encontrado e, como se não bastasse, não atende aos telefonemas.

Manuel Rabelais e mais 10 cidadãos encontravam-se em quarentena domiciliar há 15 dias, na província de Benguela, depois de terem violado a cerca sanitária e levados à residência da família de Lacerca, vítima de Covid-19, na Baía Azul, para quarentena domiciliar, por serem imunodeprimidos, ou seja, são pessoas que têm doenças crónicas que facilmente podiam ser contaminadas pelo vírus.

Manuel Rebelais tinha ficado hospedado numa residência que possui naquela província, sita no prédio das Acácias, também conhecido por prédio amarelo, para ser submetido ao teste de zaragatoa, para se certificar se contraiu ou não o vírus da Covid-19.

No entanto, ontem, às primeiras horas, a comissão de saúde se deslocou ao local onde estava hospedado para aferir o seu estado de saúde estado, mas, para o espanto de tudo e todos, Rabelais “evaporou” e não atende às ligações feitas aos número que deixou para ser contactado por qualquer emergência.

Fontes deste jornal, em Benguela, dizem que Rabelais é dado como foragido.

Em atualização…

Comentários do Facebook

Leave a reply