SIC DETÉM FALSO MÉDICO QUE CAUSOU A MORTE DE UMA CIDADÃ DURANTE ABORTO

0
416

Um suposto falso médico de 59 anos de idade foi detido ontem pelo Serviço de Investigação Criminal, por tentativa de interrupção de uma gravidez agravada, que levou a morte de uma cidadã de 32 anos, no município do Ambriz, após retirar uma placenta que se encontrava encravada nos órgãos genitais.

O facto ocorreu num posto médico particular, por sinal, pertença do acusado. O mesmo contou que tera recebido a visita em sua residência, de uma cidadã com hemorragia e dor de bexiga, mas apercebeu-se ser uma retenção da placenta nos órgãos genitais, por uma gravidez mal interrompida, tendo cobrado a quantia de quinze mil Kwanzas (KZ 15.000.00) para a realização do trabalho.

Acto contínuo, o suposto médico procurou retirar a referida placenta usando as próprias mãos, tendo provocado hemorragia, levando a paciente a morte.

De acordo com o Porta-voz do Serviço de Investigação Criminal no Bengo, agente de Investigação Criminal Peterson Cassule, trata-se de interrupção de uma gravidez de seis meses, em que o suposto médico sem carteira profissional, submeteu a vítima à uma cirurgia mal concebida, que a levou a morte.

Entretanto, Peterson Cassule informou ainda que, só este ano é o terceiro caso, relacionado com supostos enfermeiros que exercem actividade de medicina ilegal cujos autores foram detidos pelo SIC. Por isso, apela a população a não recorrerem aos serviços médicos precários sem condições de salubridade e procurarem hospitais públicos ou privados reconhecidos.

O suspeito, que diz ser formado em medicina geral na República Democrática do Congo, natural da província do Uíge município do Bembe, já está detido e serápresente ao Ministério Público para ulteriores trâmites processuais.

Comentários do Facebook

Leave a reply