ACUSADO DE ESTUPRO: Tribunal adia leitura da sentença do julgamento do Jornalista David Diogo

0
451

O Tribunal de Comarca de Belas, em Luanda, adiou sem data prevista, o desfecho do caso que envolve o Jornalista David Diogo, acusado do crime de estupro a jovem Domingas, que na data dos factos estava com 17 anos de idade, isto em 2020.

O processo que decorre desde o passado dia 1 de Novembro de 2022, na 8ª Secção dos Crimes Comuns, do Tribunal de Comarca de Belas, observaria o seu desfecho no dia 15 de Fevereiro, mas ficou para uma data à anunciar.

Dois funcionários deste tribunal, que passaram informação ao Jornal O Crime, não avançaram as razões do adiamento do acórdão, alegadamente, ser da competência dos colegas que estão acompanhar o processo.

De realçar que na audiência das alegações finais que teve lugar na passada quarta-feira, 1 de Fevereiro, a representante do Ministério Público, Irene Figueiredo,  garantiu não ter duvidas da autoria do crime em que o réu é acusado a cerca de três anos.

Diante dos factos Irene Figueiredo solicitou na ocasião, condenação do acusado e respectiva indemnização à vítima.
Ao longo do período em que decorre o julgamento, não é a primeira vez em que uma sessão é adiada.
A título de exemplo, no passado dia 16 de Dezembro de 2021, não teve lugar o julgamento, a pedido do acusado por questão de doença.
O profissional responde a acusação de estupro, ocorrido na zona de Cabo Ledo, província de Luanda, envolvendo uma na altura, uma menor de 17 anos, cuja a informação veio à tona, depois dos familiares terem posto um áudio a circular nas redes sociais, onde acusavam o Jornalista de cometimento do crime.

Comentários do Facebook

Leave a reply