DETIDO DOIS CIDADÃOS ESTRANGEIROS QUE ADULTERAVAM DATAS DE VALIDADE DE PRODUTOS DA CESTA BÁSICA

0
372

O Serviço de Investigação Criminal (SIC), através da sua Direcção Central de Combate aos Crimes Económicos e Contra a Saúde Pública, mediante denúncia, deteve a 15 de Agosto, em Viana, dois cidadãos estrangeiros, flagrados no momento que procediam a adulteração das datas de validade de produtos com maior predominância aos da cesta básica.

Pedro Gaspar

Foram flagrados no dia 15 de Agosto do corrente ano, no momento em que os dois detidos se encontravam a trocar a validade dos produtos dos sacos de arroz antigos com a data caducada em 01/05/2022, para os novos sacos com aplicação de uma nova data para 12/02/2023.

Referir que esta apreensão e consequente detenção dos implicados é resultado de um trabalho de busca de informações concernente a infracções de índole económica que lesam o consumidor.

Diante da confirmação destas informações, foram apreendidas no interior de um armazém, localizado na avenida Comandante Fidel de Castro Ruiz, via expressa, no município de Viana, 48,12 toneladas de arroz basmate de marca TANDA, 134 sacos de arroz moído de 1x25kg e 1000 sacos de arroz em grão de 1x50kg, mercadoria avaliada em AOA.19.933.100.00, pertencente à empresa denominada “ BOM AMIGO COMERCIAL LDA”, tendo sido detido o responsável do armazém que a sua identificação não foi avançada pelas autoridades, mas se sabe apenas que é um cidadão indiano de 32 anos de idade. 

No mesmo recinto onde eram adulterados o arroz, foram apreendidos na empresa “NOAH NARDI COMÉRCIO E INDÚSTRIA LDA, por falsificação de pesos e medidas, 118 sacos de açúcar cristal de 1x10kg e 1.022 bidões de óleo alimentar, de 1x5lts mercadoria avaliada em AOA. 9.976.600,00, tendo sido igualmente detido o responsável do respectivo armazém, pois o SIC apurou que este, de forma dolosa, orientava os trabalhadores a falsificar o peso das referidas embalagens.

 

Salientar que o cidadão indiano será presente ao Ministério Público, por crime de adulteração de substância alimentar, já o cidadão Eritreu será presente ao Tribunal de Viana para efeitos de Julgamento Sumário, por crime de Falsificação de peso e medida.

Todavia, o SIC apela aos cidadãos a elevar o espírito de denúncia, sobretudo de comerciantes que enveredam por essas e outras práticas.

Comentários do Facebook

Leave a reply