JLO aperta o cerco ao jornal O Crime: Mariano Brás notificado pela segunda vez

0
1446

Na terça-feira, 17 de Agosto, o director do jornal O Crime foi notificado pela Direcção de Combate ao Crime Organizado do Serviço de Investigação Criminal (SIC) para comparecer nas suas instalações, na próxima terça-feira, 24, às 9 horas, a fim de ser ouvido no quadro do processo n.º 01/020/-05.
Mariano Brás já tinha sido ouvido, a 12 de Fevereiro de 2020, a propósito do mesmo processo, em que se supõe ser queixoso o presidente do MPLA, João Manuel Gonçalves Lourenço, que também é Presidente da República.
Ter-se-á sentido ofendido devido ao teor da última capa de 2020 do jornal O Crime, que o elege como a pior figura do ano, com o título “Demagogo e Hipócrita”.
Desta vez, o convite chegou via telefone, e com um aviso: “traga o seu advogado”, aconselhou o instrutor do processo, que solicitou, portanto, a presença do jornalista nas instalações do SIC-Geral, no Bairro Popular.
Nesta audição, Mariano Brás poderá conhecer três cenários, sendo um o de ser informado de que foi constituído arguido e que o processo caminha para o tribunal.
Na pior das hipóteses que o processo segue, não se descarta a possibilidade de ser réu-preso. O processo volta à baila, curiosamente, depois de este jornal ter trazido, na sua última edição, como matéria de capa o caso do antigo ministro dos Transportes, com o ante-título “Augusto Tomás de volta à cadeia” e o título “O preso especial do Presidente”.
A ver vamos no que dará. Na próxima edição, informaremos sobre o referido interrogatório.

Share this:

Leave a reply