MULHER DETIDA POR ABORTO DE GRAVIDEZ RESULTANTE DE VIOLAÇÃO

0
1197

Uma mulher residente no bairro Kilala, município e província do Uíge, abortou uma gravidez de sete meses e deitou o nado numa lixeira. Por este motivo, encontra-se detida desde terça-feira, 10.

A acusada, de 34 anos, terá consultado um presumível enfermeiro (em fuga), que aplicou uma injecção para provocar o aborto.

De acordo com o Serviço de Investigação Criminal (SIC), “a cidadã afirmou que o facto de ter sido violada por elementos desconhecidos, e deste acto resultar a gravidez, motivou-lhe a interrupção da mesma, pois não queria ter um filho com pai desconhecido”.

Comentários do Facebook

Leave a reply