Superintendente-chefe da DIIP-Bengo denunciado por corrupção e revenda de trator apreendido por furto

0
535

O responsável pela Direcção de Investigação de Ilícitos Penais (DIIP) da província do Bengo, superintendente-chefe Caetano António da Silva, está a ser denunciado por populares de revender um trator furtado e receber mais de 800 mil kwanzas para soltar alguns envolvidos no crime.

Tudo aconteceu, segundo os denunciantes, no dia 4 de Abril, quando uma cidadã, identificada por Julieta Manuel, terá desviado um trator que pertencia a uma empresa da Barra do Dande, na qual trabalhava.

De acordo com as denúncias, o cidadão Alexandre Cristovão é o elemento a quem Julieta Manuel deu o trator para comercializar, tendo assim o vendido por 10 milhões 500 mil kwanzas.

A empresa vítima do furto reclamou do trator, que foi recuperado, através de operação policial, supostamente dirigida pelo superintendente-chefe Caetano António da Silva, responsável pela Direcção de Investigação de Ilícitos Penais do Bengo.

Além de recuperar o trator, os denunciantes disseram que detiveram também os infractores, mas que foram soltos em troca de 800 mil Kwanzas. “Ele [o superintendente-chefe] cobrou este valor para nos libertar e também revendeu o trator a um rico empresário daqui da província”, frisaram as fontes.

Como senão bastasse, as fontes acusam ainda o superintendente-chefe Caetano da Silva de pedir aos infractores cartões multicaixa e respectivos código para levantamentos de valores nas suas contas.

Os lesados já apresentaram uma queixa-crime junto da Inspeção-Geral do Bengo no sentido de se fazer justiça, mas, passados alguns meses, sentem que o assunto não avança. E o superintendente-chefe Caetano da Silva continua a trabalhar normalmente. “Ele diz que nada vai acontecer porque é alguém com costas largas”, disseram .

Em actualização…

Comentários do Facebook

Leave a reply